Terça-feira
16 de Outubro de 2018 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

NOTÍCIAS

Cotação da Bolsa de Valores

Bovespa 0,92% . . . .
Dow Jone ... % . . . .

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,73 3,73
EURO 4,33 4,33

Previsão do tempo

Hoje - Unaí, MG

Máx
35ºC
Min
23ºC
Nublado e Pancadas d

Quarta-feira - Unaí, ...

Máx
34ºC
Min
23ºC
Nublado e Pancadas d

Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência: conheça a campanha do TJSP

Servidora do Tribunal fala sobre rotina de trabalho.           Hoje é o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, data que busca chamar a atenção da sociedade para a inclusão, cidadania e igualdade de condições. O Tribunal de Justiça de São Paulo, atento à causa, lançou no último dia 11 a Campanha de Acessibilidade, que tem o objetivo de conscientizar os gestores sobre seus papéis em relação aos funcionários com deficiência, além de promover a inclusão e valorização do servidor em tal condição.         A iniciativa partiu do Comitê Acessibilidade do TJSP, composto por magistrados e servidores, com e sem deficiência. São cartazes em braile; banners em prédios do Tribunal; e-mail com leitura acessível para comunicação entre o comitê e o público-alvo (sgp.acessibilidade@tjsp.jus.br); vídeos e entrevistas retratando o dia a dia de servidores com deficiência.         O primeiro vídeo, lançado hoje, fala sobre o dia a dia da servidora Marina Alonso Guimarães, que trabalha no Juizado Especial Cível Central da Capital e compõe o comitê. Ela é deficiente visual e, desde 2015, conta ajuda de um cão-guia, o Duque. Assista ao vídeo e conheça sua história.         O presidente do TJSP, desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças, destacou no evento de lançamento da campanha que a mais importante barreira a ser transposta é a atitudinal. “Cada um de nós tem que superar as deficiências do outro, colaborar, porque não há quem não tenha algum tipo de deficiência, seja ela física ou psicológica. Temos que transpor essas barreiras e isso implica mudança de paradigmas com relação à deficiência”, afirmou.                   imprensatj@tjsp.jus.br
21/09/2018 (00:00)
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia